domingo, 22 de abril de 2012

SOBRE A ALIMENTAÇÃO ATUAL - POR QUE TODO MUNDO ESTÁ DOENTE?


A alimentação atual muito divulgada pela mídia como positiva,não é reconhecida pelas nossas células, ela não é natural - que vem da natureza ,

- Os alimentos atualmente ingeridos contém elementos acidificantes como açúcar, farinhas, soja, corantes, conservantes, químicas, agrotóxicos , entre tantos outros que afetam nossa saúde por tornarem nosso sangue ácido, grosso e sujo.
Sobre a soja: http://saudavelfeliz.blogspot.com.br/2010/06/criando-32.html

 Sangue ácido, sangue com toxinas, sangue com químicas e metais pesados, sangue com micro organismos patogênicos  = doenças – Veja a importância de limpar seu sangue com o GFU - ELETROTERAPIA.

COMO ADOECEMOS ?

Pesquisas e mais pesquisas por diversos caminhos nos levam sempre ao mesmo lugar:

Doenças têm como causa:
- um corpo com seu sistema imunológico enfraquecido por uma alimentação desmineralizada e tóxica,
- energia vital baixa com chacras desvitalizados, pensamentos e vibrações pouco positivos, excesso de informação e de  radiação causando estresse celular.
- um sangue acidificado com pouco oxigênio que atrai micro organismos que causam doenças que se proliferarem no meio ácido.

- falta de minerais: para fazer o equilíbrio ácido/base e manter seu pH estável o corpo, na sua perfeição, usa nossos sais minerais de reserva e ficamos sem.

e tantos outros. 

Esses micro organismos patogênicos jogam toxinas em nosso corpo e se alimentam de nossas vitaminas e minerais. 

Um sangue acidificado = células que ficam amontoadas com excesso de eletricidade e isso dificulta a entrada de nutrientes nas mesmas. 

Atualmente quase todas as pessoas estão com o sangue  acidificado. Por esse motivo tantas doenças que não aparecem nos exames comuns.


- Com a eliminação dos metais pesados, das toxinas e químicas favorece a oxigenação celular e com um sangue limpo e oxigenado  as formas vivas que enfraquecem o Ser não encontram habitat para se desenvolverem e morrem. 


Após a primeira fase de 3 meses do tratamento passe a prestar mais atenção na sua alimentação. O SEU CORPO COMEÇA A VOLTAR A DAR OS AVISOS - evitando alimentos ácido. Um corpo limpo não gosta de colocar sujeiras dentro dele.



Publicado em 6 de abr de 2015 Comer alimentos frescos, cozinhar sua própria comida e fazer suas refeições em companhia de amigos estão entre as dez novas regras para uma alimentação saudável, publicadas no Guia Alimentar para a População Brasileira, editado pelo Ministério da Saúde. O manual foi considerado o melhor do mundo na área de educação alimentação pelo Vox, principal jornal eletrônico dos Estados Unidos


·         Saiba quais são as frutas da época
As frutas possuem um processo individual de amadurecimento que leva em consideração condições climáticas, como sol e chuvas. Dessa forma, cada tipo possui uma época determinada de maturação. Para produzir frutas ao longo de todo o ano, os produtores utilizam técnicas de irrigação, cruzamentos genéticos, estufas e até produtos químicos.
Por isso, prefira sempre frutas da época. Elas são mais saudáveis, saborosas, baratas e agridem menos o planeta ao serem produzidas.




Olá, sou engenheira de alimentos e gostaria de fazer 3 comentários...

1- sobre a maçã "apodrecer" por dentro: isso ocorre devido à contaminação por um tipo de fungo que penetra na fruta sem deixar sinais na casca, e começa a se nutrir da fruta de dentro para fora. Esse fungo produz uma micotoxina que, se consumida com certa frequência, ainda que em doses pequenas, comprovadamente causa câncer. 

É necessário irradiar para matar o fungo? Não. A contaminação ocorre devido a más práticas durante a colheita e o armazenamento da fruta. Aliás, uma vez contaminada, não adianta matar o fungo, porque a toxina é termorresistente (normalmente moléculas estáveis a tratamentos térmicos também o são à radiação - ambos são tratamentos que fornecem energia para destruir ou inativar moléculas).

 Isso é um problemaço na indústria de sucos, por exemplo, que normalmente recebe as maçãs "mais feinhas" - que são rejeitadas pelo consumidor. PORTANTO, as boas práticas na colheita e no armazenamento dos frutos são A ÚNICA GARANTIA de alimento saudável - não existe processo milagroso que vai salvar alimento ruim. Meu conselho - descasque e inspecione a maçã antes de comer: se tiver manchinhas escuras ou buracos esquisitos, rejeite.

2- A fruta não está morta porque foi colhida!!! Quem estudou bioquímica de alimentos sabe - frutos e grãos colhidos têm metabolismo - é isso que faz a semente brotar e o fruto amadurecer. Este metabolismo gera calor e isso é levado em conta em projetos de silos, câmaras frias e containers para transporte e armazenamento destes alimentos.

3- TODO e qualquer processo que se aplique em um alimento altera suas propriedades nutricionais (inclusive cozinhar, assar ou congelar em casa). Isso nem sempre significa perda - a soja e o feijão, por exemplo, precisam ser muito bem cozidos para eliminar substâncias que têm efeitos anti-nutricionais (ou seja - que impedem a boa digestão ou absorção de outros nutrientes). No caso da irradiação ou pasteurização, sim, existem perdas, e sim, é melhor consumir o alimento "in natura", se isso é possível (e seguro) nos dias corridos de hoje, e para a grande maioria da população é uma outra discussão. O consumidor tem o direito de ser informado sobre o que está comprando para poder escolher. Eu, por exemplo, não compro leite "direto da fazenda", sem pasteurização, já comprei, mas hoje não confio mais. Perco em termos nutricionais? Sim, mas não morro de diarreia por contaminação com Salmonela.

Marcela S. Gandara
Eng. de alimentos
UNICAMP

Manual de frutas e melhores épocas para serem compradas e consumidas:

  • Abacate: fevereiro a julho
  • Abacaxi: julho a setembro/ novembro a janeiro
  • Ameixa: janeiro e fevereiro
  • Banana-maçã: janeiro a julho
  • Banana-nanica: janeiro a agosto
  • Caqui: março a maio
  • Figo: janeiro a março
  • Fruta-do-conde: fevereiro a março/ julho a agosto
  • Goiaba: março a junho
  • Jabuticaba: agosto a novembro
  • Jaca: fevereiro a junho
  • Laranja: maio a agosto/ outubro a janeiro
  • Limão: dezembro a junho
  • Maçã: janeiro a março
  • Mamão: abril a julho/ outubro a novembro
  • Manga: outubro a dezembro
  • Maracujá: janeiro a junho
  • Melancia: maio a junho/ novembro a janeiro
  • Melão: janeiro a maio
  • Morango: julho a outubro
  • Nectarina: dezembro a fevereiro
  • Nêspera: setembro a outubro
  • Pêra: janeiro a março
  • Pêssego: novembro a janeiro
  • Tangerina cravo: abril a junho
  • Tangerina ponkan: maio a julho
  • Uva: janeiro a abril

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.